Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

A ida à cabeleireira

Cortei. Cortei muito. Ia quase decidida a cortar só pontas e continuar a deixar crescer, mas o meu cabelo já não é o que era. Está fino e fraco, e quanto mais comprido, mais queda tem, mais nós faz, mais enfraquecido fica. Cortei. E gosto tanto! O cabelo curto fica-me bem. Fico mais leve, mais jovem, combina com o meu lado rebelde e irreverente. A cabeleireira adorou fazer o corte, adorou o resultado. A ajudante dela elogiou o resultado final da grande mudança. E até as velhotas que lá estavam no salão disseram que ficava muito bem, mais bonita. Ora porra, que eu saí de lá com caracóis renovados e auto-estima em cima.

Só a título de ilustração, está algo deste género:

 

2 comentários

Comentar post