Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Cenas inexplicáveis

O livro que ando a ler (O Amante de Lady Chatterley) está a revelar-se uma autêntica seca. Tal e qual, nenhuma expressão traduz melhor aquilo que sinto quando leio o livro: uma seca.

Sábado levei-o debaixo do braço quando me fui plantar no salão da cabeleireira ao pé de casa. Com o tempo de espera para ser atendida, o tempo de espera da atuação da coloração, até finalmente cortar e secar, eis que se passaram cerca de 3h (está visto porque vou à cabeleireira duas vezes no ano). Entre ler revistas cor de rosa e o livro, escolhi o livro e dei-lhe um bom avanço. Mas só porque não tinha mais nada que fazer a não ser preencher o tempo de espera... porque chegou uma altura que eu tombava a cabeça, bocejava e fazia um esforço para manter os olhos abertos.

Ontem à noite, depois de uma aula de cardio e localizada bem puxada, depois de arrumar cozinha, tratar de gatos, tomar um merecido banho, achei que ia adormecer em menos de nada. Só que não. Peguei no livro, crente que em menos de uma página eu ia adormecer. Também não. Estive até às 2h da manhã numa sessão de tortura, porque lia o livro sem parar, e a sentir-me mais animada por estar perto do fim.

 

5 comentários

Comentar post