Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Haja paciência!!

Estar numa fila única para um balcão de atendimento ao público, a queimar precioso tempo da sua parca hora de almoço, e eis que a pessoa mesmo à nossa frente é conhecida da pessoa que está a atender e põe-se ali numa amena cavaqueira a pôr a conversa em dia, ah e tal, o seu filho o que faz, onde está... 

... até que alguém (eu) revira os olhos, olha impacientemente para o relógio e já se preparava para perguntar se aquilo era o balcão de um Banco ou de uma pastelaria.

Mas depois o karma, ah esse cabrão. Pois que afinal eu tinha de ser atendida pela mesma pessoa que me atendeu há duas semanas, mas de momento estava a almoçar. Ah que bom, a sério?! 

Entretanto chegou. E já estava ali com todas as vagaresas até eu dizer que hoje, ao contrário da última vez, não estava de férias, estava a queimar a minha hora de almoço e ao contrário de outras pessoas, não tinha almoçado e pelo andar do comboio era provável que não almoçasse. Fez-se luz. Lá encontrou o código do cartão, lá disse que o formulário com o pedido de reembolso das anuidades cobradas indevidamente tinha seguido e o reembolso devia estar para ser executado. Há duas semanas que aguardo que corrijam um erro, que como é óbvio, teve de ser reclamado para ser corrigido. 

Há dias que a paciência é uma cena que não me assiste. Hoje é um desses dias.

 

2 comentários

Comentar post