Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Keep going

Está a resultar entrar ao serviço mais cedo. Tenho chegado por volta das 8h30. Estou entre meia hora a quarenta minutos sozinha. Oriento as tarefas, organizo minimamente a agenda do dia, e começo a trabalhar sem ruídos e confusões de fundo. Quando começam a chegar, já eu estou concentrada e em pleno funcionamento, concentradíssima. 

So far so good! Os dias têm sido produtivos, objetivos atingidos e dever cumprido ao final do dia, sem que ande a sair tarde e más horas.

Ontem não houve aula de dança, a professora está num congresso internacional de salsa. Cheguei a casa por volta das 18h, relaxei, vi agenda até às férias para tratar do que tenho a tratar até lá, enfiei-me na cozinha para fazer o jantar, sem pressas, sem stress. E foi bom voltar a cozinhar com esse prazer e essa calma. Fiz umas courgettes recheadas com atum que ficaram deliciosas.

E sabe bem este poder respirar fundo e acreditar que tudo vai correr bem, mesmo quando tudo parece correr mal.

 

 

2 comentários

Comentar post