Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Luz ao fundo do túnel

Hoje até me sinto uma pessoa normal, ou de volta à normalidade da minha vida.

Saí a horas. Cheguei a casa, temperei umas pernas de frango, deixei no forno enquanto fui à minha aula de cardio fitness. Regressei da aula, Gandhe tinha posto o olho ao assado e acabado o jantar. Jantámos. Arrumámos cozinha, tratei dos gatos, liguei o computador e fui aproveitar as promoções de primavera da Mango (botins pretos a caminho). Agora estou aqui a aproveitar esta sensação de calmaria antes de ir tomar um bom banho, vestir o pijama e quem sabe, pegar no livro e avançar umas páginas. 

Tão simples quanto isto. Sentir que tenho tempo para tudo: trabalho, coisas de casa, para mim, para os meus. Sentir-me relaxada, sem aquele constante sobressalto, com a cabeça a mil a pensar em tudo o que tenho em cima da secretária para dar resposta. Sem culpas de não ter feito mais, sem medos por não ter feito melhor, sem frustração por não conseguir fazer tudo. Que seja o primeiro dia deste regresso à normalidade. Porque é deste equilíbrio que preciso. Desta sensação de poder respirar fundo. 

Parece simples, não é?

 

2 comentários

Comentar post