Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

O karma é sacana!

Quando o Quaresma fez aquele penteado com a pena, uma colega no trabalho perguntou-me o que eu achava que significava. E eu, toda armada em culta, disse que certamente simbolizava o imperador Júlio César e a sua conquista aos gauleses (eu sei, li muito Astérix na infância). Ela disse que não se tinha lembrado dessa, que por sua vez associou a Camões, um símbolo de Portugal. Ah, também podia ser.

E assim duas gajas armadas em intelectuais tentavam descortinar o significado de tal penteado.

Vai daí, o próprio acaba por divulgar o significado da sua escolha: a pena simbolizava a sua vontade de voar.

Agora imaginem as caras das duas intelectuais aqui.

E porque me lembro eu disto, passadas já umas semanas?

Porque ontem fui fazer a manutenção das unhas de gel, escolhi um laranja com cor à verão e para decoração pedi uma espécie de folhas de palmeira, assim em modo tropicaliente... pois que aquilo mais parecem as penas de uma gaivota. Ainda assim, tudo a ver com praia, até porque a praia para onde vou de férias não tem palmeiras, mas gaivotas, terá de certeza. 

 

5 comentários

Comentar post