Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Pergunta

Aproveitando os temas da ordem do arranque de novo ano, deixo a pergunta: o que fazem com as agendas dos anos que já passaram?

Eu, durante anos, guardava-as numa caixa. Até que a caixa encheu. Até que percebi que, em boa verdade, nunca as tinha aberto para recordar o que quer que fosse. Saltou tudo para o ecoponto, menos uma. Relativamente recente, feita de propósito para mim, com um tecido magnífico que escolhi, com gatos (evidentemente), e que por esse seu lado único não consegui atirá-la para o ecoponto. Mas se a abro para recordar o que quer que seja? Não. É, no fundo, mais uma tralhinha que lá está, enfiada na caixa, que entretanto albergou outras tralhinhas que andavam nas gavetas e não fui capaz de as enviar para o ecoponto. 

Agora que proliferam as fotos das agendas fofas, com entusiasmo pueril de quem tem um ano em branco para muito viver, planear e sonhar, resgistando nas agendas, o que fazem depois que elas viram anos velhos, vividos e já escritos?

 

12 comentários

Comentar post