Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Segunda feira

Dói-me a cabeça. E não, não estive a ver óscares, nem filmes, nem nada. Até me deitei cedo, mais do que é habitual ao domingo, e dormi muitas horas. Se calhar o mal é esse: demasiado descanso.

Do fim de semana pouco há a dizer. Homem foi trabalhar no sábado, pelo que aproveitei e fiz uma daquelas limpezas gerais, com direito a afastar móveis e aspirar o cotão que se acumula por trás deles. Aproveitei a tarefa de limpeza, e reorganizei umas gavetas, dele principalmente, que aquilo parecia que tinha lá passado o gémeo mau do furacão Katrina. Ao fim da tarde fomos lanchar com um casal amigo nosso, e eu afiei o dentinho num bolo de chocolate com recheio de mascarpone, amoras e morangos, com cobertura de mascarpone e framboesas. Ainda me babo só de pensar no bolo.

O domingo foi caseiro, com direito a arrufo de casal e amuo pela tarde fora. Aninhei no meu cadeirão do quarto e acabei o livro (A Sombra do Vento) que tinha em mãos. Que leitura! Ainda estou meia atarantada. Já escolhi o próximo, prenda da minha doce m-M, mas ainda não tive coragem de o começar, já que ainda estou de ressaca da escrita de Záfon. Aproveitei para adiantar tarefas da semana: despachei duas máquinas de roupa e passei a ferro, fiz sopa, e tenho já algumas ideias para as refeições dos próximos dias.

As minhas botas de cano alto e salto em cunha, que adoro e têm uns bons anos, estão nas últimas. Não consegui passar num sapateiro a ver se ainda têm algum arranjo que possam aguentar mais uns tempos, e vai daí andei a cuscar o que há por aí em saldos. Apaixonei-me por este modelo da Fly London.  Mas não queria comprar sem saber se as minhas ainda têm prolongamento de vida (se as besuntasse com iogurte Longa Vida será que surtia efeito?), já para não dizer que eu e botas de cano alto é assim uma complicação para arranjar umas que me sirvam no pé pequenino e na barriga da perna rechonchuda. A única vez que arrisquei a comprar umas botas de cano alto, no site da Spartoo, tive de as devolver porque não apertavam o fecho. De maneiras que prefiro sempre experimentar antes de comprar, porque já sei que não é tarefa fácil encontrar umas que me sirvam.

Assim como assim, e depois de um fim de semana de muito frio, com muitas fotos no facebook de neve, eu suspiro é pela primavera, portanto, comprar agora botas é coisa que não me agrada. Só por dizer que agora aproveitava boas promoções. 

Que se lixe. Esta semana vou ver se arranjo tempo para ir ao sapateiro e logo vejo o veredito. Gosto tanto das minhas botas! Não me apetece nada dizer-lhe adeus. 

É segunda feira e dói-me a cabeça. Começa bem a semana. 

4 comentários

Comentar post