Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Pedrógão Grande: Ajuda Urgente

Se me arrepia, me embarga a voz, me deixa de olhos rasos de água e um aperto sufocante no peito tudo o que envolva tragédias em incêndios, Pedrógão Grande não sairá tão cedo da memória, tal é a força com que nos embate e nos deixa prostrados. 

Se me falha a voz e me tolda a visão as imagens de um nefasto cenário de destruição e morte, de sofrimento e angústia, também me deixa emocionada a elevada onda de solidariedade que se está a gerar. Vi há pouco este apelo no Facebook.

Para quem acha que não tem nenhum talento especial, ou formação adequada para intervir num cenário destes, todos os braços são precisos para tanta coisa. Pedem-se voluntários para receber os camiões que chegam ao quartel dos Bombeiros de Pedrógão Grande, seis ou sete pessoas são insuficientes para a quantidade louvável de mantimentos e vestuário que chega e é necessário separar, arrumar e toda uma logística até seguir para quem está a precisar. 

E deixo o desafio aos imbecis das redes sociais que passam horas e horas a mandar bitaites de merda e postas de pescada podres, a cuspir para o ar, façam algo de útil ao vosso tempo: vão para o terreno ajudar. Não será tão fácil como estar atrás de um computador, mas será, com toda a certeza, muito mais enriquecedor. 

Se as empresas (onde eu trabalho, por exemplo) dispensarem os seus funcionários para ações de voluntariado, eu vou sem olhar para trás.