Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Um mix de Pandora

Dia inteiro em formação. Até foi giro. Temas bem interessantes. Pena ser uma formação apenas de 8h, porque os conteúdos mereciam um maior desenvolvimento, acompanhado de exercícios práticos para explorar as competências recém adquiridas. Mas valeu por tudo aquilo em que se focou e já deu para ter uma nova perspetiva e desenvolver, um pouco, algumas competências. Saí com mais vontade de me meter na área de PLN (Programação Neuro Linguística). Área que descobri há uns quatro anos, volta e meia cruzo-me com conteúdos e fico com este bichinho. Quem sabe não volto aos estudos. Quem sabe...

Em compensação, o trabalho que ainda não consegui pôr em dia desde as mini férias (porra foram só 5 dias, pá) sofreu com mais um dia de ausência. Hoje chegou-me mais trabalho em cima da secretária e já estou a stressar com o acumular. Eu e as tarefas inacabadas não nos damos muito bem. 

Saí tarde hoje. Cansada, esfomeada e com o jantar por tratar, avisei a professora que não ia hoje à aula de cardio fitness. Onde está a Pandora lontra preguiçosa que não mexia um dedo que fosse para exercício? É que faltar agora significa um peso na consciência. A bem dizer é mais no rabo. A ajudar a este peso, a professora avisa que hoje ia mesmo trabalhar glúteos. Pontaria do catano. Paciência. Não me sentia em condições para ir, além disso tinha planeado um jantar que, se tivesse saído a horas, dava para adiantar antes da aula e o Gandhe acabava. Assim, não fui trabalhar glúteos, mas fiz uma receita nova, digna de pôr as fits da seita #eatcleanandhealthy a babar: hambúrgueres de peixe com aveia, acompanhados de rúcula. Ah pois é, aqui a menina anda num plano alimentar de recuperação dos estragos do mês de dezembro, e quero chegar à próxima consulta com a nutricionista com menos uns cms de rabo. Venha o peixinho e a rúcula. E aveia. E pepino. E chás. E muita água. 

E já que estou numa miscelânea de curiosidades sobre a minha persona que não interessam ao menino Jesus, mas pronto, eu escrevo sobre o que me apetecer, cumpre dizer que o meu dilema de ontem entre roxo ou vermelho nas unhas deu nisto:

IMG_20170116_225533.jpg

Eu avisei que o mais provável era acabar por escolher uma cor que nada tinha a ver com as que estavam pensadas.  

3 comentários

Comentar post