Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

06
Dez15

Finalmente, o Natal chegou à humilde casa de Pandora!

É sabido que sou uma espécie de mistura entre Grinch e Mr. Scruge no que ao espírito natalício diz respeito. Os fantasmas dos natais passados pesam-me na memória e nos natais que vou somando na minha vida.

Ainda assim, tento viver esta época imbuída desse dito espírito natalício mágico, que desperta o melhor de nós. Nada melhor do que vestir o lar doce lar com artigos próprios da época. Sou contida. Não gosto de exageros nem exuberâncias. E das múltiplas decorações e estilos decorativos do Natal, gosto do tradicional vermelho, gosto do estilo mais natural, a lembrar as decorações nórdicas.

Levo-vos numa pequena tour pela decoração natalícia do meu lar doce lar.

PC060024.JPG

 Velas natalícias, primeiro porque adoro velas, e segundo, porque não podem faltar na decoração de Natal.

PC060025.JPG

 A minha árvore. Farfalhuda, com pequenas pinhas, e os ramos pintalgados de branco a lembrar a neve. Bolas vermelhas e prateadas, as luzes este ano são a novidade e a única compra decorativa deste ano: leds.

Simples, sem exageros. Como eu gosto.

PC060030.JPG

 Mais velas. Não especificamente natalícias, porque estão ali o ano todo, variando a cor. Agora, vermelho Natal. E uma mini árvore de natal prateada.

PC060031.JPG

 Cá está ela, mais perto.

PC060033.JPG

As minhas jarras redondas do móvel da TV. Vou variando a decoração ao longo do ano, essa é a versatilidade dos vidros. Agora a mais pequena tem bolas vermelhas e prata, a grande ficou com umas fitas vermelhas com estrelinhas. 

PC060034.JPG

Centro de mesa. 

PC060038.JPG

 Coroa da porta de entrada. 

PC060035.JPG

 Pai Natal sentado no módulo de parede.

PC060036.JPG

 E até os gatos do hall de entrada se vestem a rigor.

 

 

04
Dez15

Pandora, como vai o curso intensivo de Lady Styling?

Ora, tirando as dores nas costas, nos braços e nas pernas, vai bem obrigada.

A aula ontem foi dedicada a técnica de spinning (isto assim soa mesmo a pomposo), mas pronto, spinning neste contexto são as rotações. De modos que a aula ontem foi modo pião: gira que gira e torna a girar. Manter foco, ombros encaixados, costas direitas, cabeça e pescoço em linha, aproveitar movimento de braços para ajudar na rotação, e vai-se a ver, as pernas numa rotação não fazem nada, é tudo aerodinâmica de braços e ombros e cabeça. Ai ai ai, que ando com os neurónios às voltas com tanta informação, tanta técnica a trabalhar. 

Hoje estou dorida das costas. Das pernas também. 

E para terem uma ideia do que raio ando eu a aprender, deixo-vos uma pequena amostra.

Parece fácil, mas não é. E primeiro que se atinja este nível de naturalidade nos movimentos, é preciso comer muita sopinha de feijão.

No que me fui meter... 

 

 

04
Dez15

Yey (ou nem por isso)

Sexta feira. Estou a horas de ir de fim de semana prolongado, em jeito de mini férias para respirar.

Pois. Mas vai que aproveito para marcar uma série de coisas para fazer, e agora olho para a agenda do fim de semana e penso: ah bolas, esqueci-me de deixar tempo para: descansar. 

Bonito serviço.

E começa já hoje à noite com jantar de aniversário seguido de noite de salsa.

Posso acordar tarde amanhã? NÃO! De manhã tenho coisas marcadas. 

Entre a frutaria, supermercado, limpezas e arrumações, tenho de encontrar espaço para fazer a árvore de natal. 

A segunda, que seria um dia dedicado a mim e ao dolce fare nienti: pois, tenho de ir aos CTT, ao centro de saúde, à clínica veterinária, à costureira, e se ainda tiver paciência, ao centro comercial ver se despacho a prenda do homem. À noite aula de dança. Pelo meio convém preparar as refeições, que isto de andar de um lado para o outro de barriga vazia não é para mim.

E vem a terça, feriado. Tenho um lanche convívio de natal com a malta das aulas de ginástica. Fiquei de levar folhadinhos: de salsicha, de atum, mistos, chocolate. Portanto, espera-me uma manhã de volta do forno. 

Alguém que me rapte e leve para Namek a passar férias?!

 

 

03
Dez15

Noutra vida fui Freud, ou como atraio gente doida

Esta manhã tive a consulta de medicina do trabalho. Vou até à clínica que me indicaram, preencho um pequeno questionário, aguardo. Quando entro no consultório vejo um médico já adiantado na idade, com ar de avô pachorrento.

Começa a ler o que respondi no questionário, vai fazendo perguntas para preencher outro questionário mais detalhado, e ia tendo assim umas saídas como quem quer ter piada. Quando me ausculta, estou eu no inspira e expira, inspira fundo e expira forte e diz-me ele: Parabéns! Olho surpreendida, com ar meio desconfiado, e ele remata: está viva.

A sério?

Volta a sentar-se, e quando vai para assinar o relatório, ao colocar a data comenta que hoje, dia 3 de Dezembro, a esposa faz anos. 60 anos. E desata-se a rir. E partilha esta pérola:

- Ontem à noite estava a dar consultas e a coisa estava atrasada. Envio uma mensagem à minha mulher a dizer-lhe: vou chegar atrasado, mas não te preocupes, chego antes de seres sexagenária.

Eu arregalo os olhos e ele continua, hilariante, na sua narrativa:

- Sabe o que ela me respondeu?

Aceno que não.

- Vai à merda! Ah ah ah ah

 

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Blog Afiliado

Sugestões

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D