Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

09
Fev16

Decisões (ou como isto pode ser loucura)

Uma das grandes decisões tomadas no final do ano foi a de trocar de carro. Ora bem, desde que moramos juntos, e estamos quase a fazer 8 anos de vida em comum (isto dá bodas de quê?) que temos tido apenas um carro. E se houve alturas em que pensámos que ter um segundo não era má ideia, íamos continuando a manter apenas e só um carro, e uma mota, não não era nenhum motão, era uma 125cv. Gandhe é fã de motas, por ele tinha um motão, eu gosto delas à distância. Nos anos que ele trabalhou à noite um só carro chegava e bastava e nem púnhamos hipótese de comprar outro. O carro ia envelhecendo, deu alguns problemas, alguns arranjos que custaram os olhos da cara (só me lembrar quando teve de levar um turbo novo, ai ai ai), gostávamos muito do carro, chegámos a estofar bancos e tecto, a pintar, zelo não faltou naquele carro. Mas, eis que no final de 2015 decidimos arriscar e comprar uma carrinha nova, aproveitando o desconto de funcionário do Gandhe que acumulava com uma campanha promocional de fim de modelo. Portanto fizemos um excelente negócio com cerca de 40% de desconto. Não fosse isso, e não teríamos comprado. Equacionámos ficar com o velhote, que estava em ótimo estado, mas acabámos por decidir manter a filosofia de ter só um carro. Vendemos o carro, demos entrada na carrinha, so far so good.

Mas, Gandhe mudou de horário de trabalho. E obrigatoriamente ia de mota. A viagem é curta, mas o inverno chuvoso fez-nos pensar que se calhar estava na altura de arriscar no segundo carro. Loucura, quando se acabou de comprar um novo, não é?! Pois, eu também ainda estou com calafrios, que eu nisto sou agarrada como o Tio Patinhas.

Como não somos ricos nem temos pais que nos dêem cenas (tirando os limões que a sogra dá), ter carrinha nova, ter mota e ter outro carro não era exequível. Vende-se a mota. Oh oh música para os meus ouvidos, que eu não andava mesmo naquilo. 

Gandhe noutra vida foi marroquino. Tem faro para os bons negócios. Procurou, procurou, procurou, mostrava-me várias opções, já me começava a irritar a esquisitice do moço, sendo o orçamento curto, e eis que ele encontra um excelente negócio. Para um carro que aqui a Pandora, no alto do seu metro e meio de estatura (vá, 1,55 m, já me estava a roubar 5 preciosos cms) sempre gostou e volta e meia babava por ele. Se eu disser que é um carro à minha altura ficam logo a perceber de que só posso estar a falar deste:

Portanto, mota vendida, praticamente metade do carro pago, prestação abaixo do que estabelecemos como limite, e contrato assinado hoje. Em princípio no próximo sábado vamos levantar esta fofura mai linda.

Agora o irónico da questão é que se o esperado era Gandhe andar com a carrinha e eu passar a andar no Smart, a verdade é que andamos os dois às turras a ver quem vai conduzir... nada mais nada menos que... o SMART. A mim só me faz confusão a caixa semi-automática, mas vá, isto é tudo uma questão de hábito. Já ele usa todos os argumentos e mais alguns para andar ele com o Smart minúsculo. E nem o seu 1,90 m de altura o demove, porque diz que tem muito espaço e sente-se bem confortável lá dentro.

Não sei não, mas ou vamos andar à batatada, ou vamos ter de tirar à sorte, ou vamos ter de estabelecer tipo condução partilhada: uma semana cada um e não se fala mais nisso. Ainda por cima ele sai de casa mais cedo que eu, escolhe ele a chave que leva. Grrrrrrr

E agora a loucura de comprar dois carros em pouco tempo justifica mais que justificado o meu jejum de compras. Não preciso de nada no roupeiro, e como já disse há dias, outros valores saem da conta agora. Portanto o meu próximo desafio é: nada de compras, nada de ver montras, sites, coleções de moda, lá lá lá, não quero saber, tenho muita roupa, e calçado, e não me vou deixar cair em tentação por compras supérfluas. E se vier aqui choramingar por uma cena qualquer que vi na Mango, shoot me! 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D