Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

20
Mai16

O inferno espera-me

A turminha da aula de ginástica tem um grupo fechado no facebook. Há uns tempos, e para gozar comigo própria que andei a faltar a aulas em que a professora deu novas coreografias de cardio, publiquei este vídeo no grupo. Foi risota geral, na aula, quando alguém se enganava, lá começavamos a imitar a senhora do vídeo, e tem sido material de paródia de vez em quando.

Mas eis que esta semana vai uma nova senhora experimentar a aula. E deixou-nos a todas incrédulas, porque uma coisa é ver um vídeo no youtube e achar que aquilo foi brincadeira, paródia, outra é ver ao vivo e a cores uma pessoa assim, tal e qual a do vídeo, que não acerta uma, e ainda choca com as colegas do lado, já que está sempre trocada.

Eu, que por norma fico nas filas de trás, bem se pode dizer que fiz muito trabalho de abdominais, a fazer força na barriga para não me rir às gargalhadas. Mas olhar para as colegas e ver que a reação é idêntica, ainda aumentava mais a vontade de riso descontrolado. 

E não, não é a gozar com a nova aluna do grupo. É que todas nos lembramos do vídeo que partilhei há meses e com o qual temos andado a brincar. Tem sido uma risota geral no final da aula, com direito a lágrimas nos olhos das gargalhadas.

Já a professora achava que o vídeo era uma paródia, jamais pensou que poderiam haver alunas assim. Até ao dia que tem uma pela frente, e para não se desmanchar a rir, vira-se de costas para nós a orientar a coreografia.

E pronto. Esta semana a professora decidiu dar-nos uma tareia em agachamentos e trabalho de pernas e glúteos (tenho para mim que ganhei um andar novo), mas a parte cardio da aula tem-nos valido umas boas gargalhadas.

 

18
Mai16

Indecisões

 

Para completar a coleção privada para ir a banhos, andava a pensar adquirir um fato de banho. Sim, está na moda, mas mais do que isso, há finalmente modelos giros, jovens, com variedade de escolha em modelos e cores. Nas visitas às coleções online para ver o que gostava, encontrei alguns modelitos que me deixaram com vontade de ir experimentar, sim, porque isto só experimentando. Assim, estou pelo beicinho com este fato-de-banho da Oysho.

fato-de-banho_oysho.jpg

Gosto da cor, do modelo, daquele ar meio pin up girl, gosto do detalhe dos cordões, gosto de poder ser cai-cai. Gosto mesmo e pretendo ir experimentar. O pior que pode acontecer é levar um balde de água fria e não gostar de me ver com ele. 

Mas depois, bati os olhos neste biquíni da Tezenis e estou aqui a salivar. Adoro as cores, o padrão, o modelo é o que comecei a usar e com o qual me sinto bem, portanto tem tudo para ser um amor de verão feliz.

 

bikini_afro_tezenis.jpg

 

Indecisões, indecisões... biquíni (outro) ou fato de banho? Fato de banho ou (outro) biquíni???

Pandora a desejar o verão com todas as suas forças.

 

18
Mai16

It's all so quiet, shiu

Estou a retomar a rotina. 

O despertador que toca, os afazeres diários, as rotinas, os compromissos e deveres profissionais, tarefas que acumularam na minha ausência, as que são diárias, as novas que surgem.

O tempo que voltou a ser pouco. A agenda preenchida. A cabeça que voltou a estar cheia de tanta coisa que me tira vontade ou inspiração para escrever. Por agora. 

 

15
Mai16

Ele ficou a ver a bola

E eu fui às compras.

Destino: H&M.

Missão: encontrar biquínis.

Missão cumprida. E sem a sensação que sou uma baleia. Aliás, por menos do que me custaria o dito biquíni que me desiludiu, trouxe isto tudo:

Bikinis H&M.jpg

Biquíni completo em padrão cornucópias, com parte de cima push up com aro.

Cueca branca, para combinar com uma parte de cima que já tenho, em branco e amarelo.

Cueca preta para combinar com uma parte de cima, semelhante a esta que comprei, em branco e preto.

 

 

saco.jpg

 E ainda este saco que estava com 30% de desconto, e é perfeito para o verão, para a praia, para as férias, que sim, mal acabei umas mini férias de primavera, já estou a suspirar pelas de verão.

 

Desfiz-me dos restantes biquínis que tinha de anos anteriores, todos no modelo triângulo e com as tangas com laçarotes de lado. Já não gosto de me ver com eles, não me identifico, não me sinto bem (será da idade?). Ficaram as duas partes de cima compradas o ano passado, e agora com as básicas preta e branca posso fazer várias combinações. Eventualmente nos saldos ainda vejo partes de cima que goste para fazer diferentes coordenados. 

E pronto. Os tamanhos são os meus normais, 36 parte de baixo, 38 parte de cima, servem-me, assentam sem que eu pareça uma baleia apertada, bom preço e boa qualidade. 

O Sporting ficou a ver o campeonato por um canudo, mas eu já estou preparada para o verão. Terapia feminina no seu melhor. 

 

14
Mai16

A ditadura dos tamanhos

Não sou nenhuma modelo. Com metro e meio de altura também era difícil. 

Não sou nenhuma beldade de fazer parar o trânsito.

Tenho as minhas manias em relação ao corpo, coisas que não gosto (o rabo) e mudaria se pudesse. 

Já fui mais neurótica com a celulite, mas ela está cá, faça o que fizer, faz parte do meu corpo e é, acima de tudo, consequência da nada espetacular retenção de líquidos que faço.

A última vez que tirei as medidas na consulta da nutricionista o cenário era: peito 90cm - cintura 70 cm - anca 93 cm.

Já tive 60 cm de cintura. Numa fase em que emagreci para além da conta, tive menos de 60cm de cintura. Também já tive mais de 100 de anca. Quando o intestino não funciona e dá problemas, noto logo alterações a nível da cintura. Se oscilo em termos de peso, é na anca que se nota. 

Visto maioritariamente 36 ou S. Salvo algumas exceções, visto 38 ou M, dependendo do modelo ou do tamanho pequeno com que fazem a roupa. 

Agora digam-me... com estas medidas, que fazem o meu tipo de corpo ser o ampulheta, supostamente o tipo de corpo ideal para tudo cair bem, digam-me porque é que eu vou à Calzedónia, experimento um biquíni 36 parte de cima, M parte de baixo, e sinto-me uma autêntica baleia prenha de gémeos?

Em que tipos de corpos se baseiam para fazer os malditos biquínis?

Estou furibunda. É que ando a cair nisto há uns anitos. Bato os olhos num biquíni, fico a babar, dou-me ao direito de perder o amor aos €€€ e depois levo um banho de água fria no provador. 

Alguém consegue comprar lá biquínis??? Chiça!!!

 

14
Mai16

Eu já devia saber...

Andei a ver as novidades de biquínis nos sites do costume. Vai que morri de amores por um da Calzedónia. 

Na primeira oportunidade de passar por uma loja, entro e peço para experimentar o dito cujo. Desilusão. Nem todas as mulheres têm os corpos da Sara Sampaio ou da Adriana Lima, tá?! 

Mas para que insisto eu? Já não é a primeira vez que morro de amores por um biquíni da marca, e depois vou a experimentar e não gosto de me ver, sinto-me uma lontra, ou um pequeno cachalote, só me apetece ir ao ebay e encomendar um burkini.

 

 

13
Mai16

Mini férias

IMG_20160509_132524.jpg

Foi assim que entrei nos 35: mochila às costas, sapatilhas, roupa confortável, maquilhagem ficou em casa, assim como os horários, as rotinas e as preocupações. Em modo à descoberta de Portugal, mais concretamente zona de Lamego e arredores e aí vamos nós.

Alguns monumentos visitados, o castelo de Lamego, a cisterna, a Sé, as pastelarias com a típica bola (provei de salpicão, de fiambre e presunto e de bacalhau... todas maravilhosas, mas ainda ficaram sabores por provar, mais um belo motivo para regressar), o Teatro Ribeiro Conceição, subir e descer os 620 degraus do escadário do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, fomos de propósito a Mezio comer o famoso arroz com salpicão, vimos a ponte e torre de Ucanha, uma portagem dos tempos medievais (naquele tempo já era assim: queres passar, paga), o parque eólico, alguns miradouros, fizemos o trajeto pelas margens do Douro até ao Pinhão, subimos a S. João da Pesqueira, visitámos as Caves Raposeira, com direito a prova, e com tanto passeio pouco usufruímos da fabulosa Quinta do Terreiro, onde ficámos instalados. O acolhimento foi excecional, e o pequeno almoço, bem, digno de telenovela brasileira: mesa cheia de iguarias, com direito a tudo e mais alguma coisa. Sentimo-nos os reis lá do burgo. 

S. Pedro mandou-me chuva, algumas (poucas) abertas que permitiram as minhas tão adoradas explorações a pé, conseguimos visitar vários sítios, outros ficaram para uma próxima, com melhor tempo.

Regressei de pernas doridas e coração cheio. Sabe tão bem estas escapadinhas. Acho que lhe tomei o gosto e os próximos aniversários serão assim: modo turista ativado! 

Só por curiosidade, os 35 trouxeram-me mãos de manteiga. No domingo deixei cair o telemóvel e foi um ar que lhe deu. Na segunda e já em viagem, na nossa primeira paragem histórico cultural, saio toda lampeira do carro já de máquina fotográfica nas mãos e puff... esbardalhou-se no meio da rua, daquelas em granito. Lá se foi a ótica. Valeu-me o telemóvel novo tirar boas fotos e foi um tal de fotografar, mas com alertas de segurança ligados ao máximo, não fosse também deixá-lo cair. Não caiu. Eu também não, e olhem que andar em ruas de pedra, com uma inclinação pouco recomendável e com chuva, foi um verdadeiro desafio de equilíbrio. 

O regresso fez-se pela serra, passagem por Alvarenga e Arouca, sempre com chuva e mais chuva. Chegar a casa e encher os gatos de mimos, e eles a mim, tão saudosos que estavam. Ficaram muito bem entregues a uma profissional de saúde animal (enfermeira veterinária), que, na ausência de emprego, criou o próprio negócio de pet sitting. Maravilhosa. Tratou muito bem deles, dava-me sempre feedback a cada visita que fazia, excelente trabalho, bom preço. Adorei a experiência e quando for para fora, será aos serviços dela que recorro. 

O resto da semana foi em modo off, descansar, descansar e descansar. E nos intervalos do descanso, lavar roupa, limpar a casa, ir a um convívio com as colegas da aula de ginástica, ir à aula de Lady Stylling. O fim de semana está aí e é queimar os últimos cartuchos destas mini férias, que segunda feira o despertador volta a tocar qual ditador. 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D