Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

grandes-autores-billboard
19
Out16

Pandora a tentar ser fit

Ontem, ainda que com dores e limitada nos movimentos de braço, aproveitei que estava liberada da aula de cardio fitness e acompanhei o Gandhe a esse antro do desporto, de seu nome Decathlon. Enquanto ele procurava as coisas que queria, eu lá fui espreitar a secção fitness, que ainda por cima tinha descontos.

Ora então trouxe os halteres para pulsos e tornozelos, acessório que a professora já tinha dito que valia a pena o investimento para aumentar a dificuldade nas nossas aulas. E depois veio mais isto:

big_d587feeb1d604912b27066529eccd4f2

 E ainda isto:

big_21faed25b1c84c0499e06867e28351c4

Estou fã daquelas t-shirts. Soltas q.b. para liberdade de movimentos, e um tecido que não cola nem fica ensopado em suor. E as leggings, que para as comuns mortais ficariam pelo meio da perna, a mim chegam-me ao tornozelo, o que é espetacular porque nem tenho de fazer baínhas nem andar ali com tecido enrugado acima das sapatilhas. O tecido das leggings também é bem confortável, mesmo na questão da transpiração.

E imbuída neste espírito fit, hoje de manhã fiz papas de aveia para o pequeno almoço. Juntei-lhe uma colher de sopa de chocolate em pó. Da Nestlé mesmo. Muito fit, não haja dúvida!! 

 

 

19
Out16

Pandora e o gelo

Ontem, enquanto bebia o meu chá quente, fazia gelo no pescoço, ombro, cotovelo e mão. A primeira sessão de tratamento à tendinite foi dolorosa. Muito dolorosa. O dia seguinte doeu para catano. Gelo, muito gelo, disse a terapeuta. E eu lembrava-me do filme Wanted, onde Angelina Jolie sai de uma banheira de gelo assim, com um invejável trase... tatuagens, com umas invejáveis tatuagens. Se o gelo desse aquela saúdinha toda, eu esforçava-me mais, esquecia o chá quente e enfiava-me numa banheira de gelo. Assim como assim, já só peço uma tininha cheia de gelo para lá enfiar o braço e anestesiar a dor.

Mas há que dizer que há vantagens em estar limitada do braço. Homem passa a ferro, homem lava a louça, homem passa a esfregona no chão, e sou dispensada da aula de ginástica. Não é tudo mau, não senhor. 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D