Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

08
Mar18

E o que isto revela de mim?!

Pandora junta-se à trupe de colegas no trabalho que volta e meia fazem encomendas na Mango Outlet. Pandora encomenda uma blusa fluída branca, básica mais básica não há, pela módica quantia de 4,99€ (preço original 29,99€). Pandora recebe confirmação da colega que submeteu a encomenda e só tem a pagar 3,74€. Parece que, por ser dia da mulher, havia 25% de desconto adicional. Pandora rejubila com a pechincha e ainda diz que "isto, nem nos ciganos da Feira de Espinho"! 

Pandora, já em casa, no conforto do lar doce lar, decide ir ler as condições da campanha da WOOK:

e819acad.gif

E acha tão interessante, mas tão interessante que vai à sua wishlist, escolhe dois entre as dezenas que por lá moram. Envios grátis, 10% de desconto imediato, uso um vale que tinha e resultado final um estrago de 20,30€, convertidos posteriormente num vale para usufruir em futuras compras.

 

Ora, 3,74€ numa blusa. 20,30€ em livros... Isto faz de mim uma consumista fútil que utiliza o dia da mulher para gastar dinheiro.

Bem, a vida não pode ser só pagar contas e diz que hoje é dia para nos mimarmos (um pouco mais que nos outros). 

 

01
Mar18

Começa o terceiro mês de 2018

3.jpg

E para primeiro dia, apesar da tempestade lá fora, cá dentro começa-se a ver luz ao fundo do túnel, começa-se a acreditar que a tempestade tem os dias contados e em breve viverei a tão desejada bonança. Acredito que em breve poderei respirar e sentir-me mais leve, sem carregar o peso do mundo nos ombros.

Janeiro e fevereiro foram um prolongamento natural do ano 2017 que correu mal do princípio ao fim. Lá está, não é por virar o ano no calendário que a vida muda instantaneamente e melhora substancialmente. 

Fevereiro veio com um anúncio de tréguas, mas foi falso alarme. Uma bomba há muito anunciada explodiu finalmente e ainda estamos envoltos numa nuvem de estilhaços e poeiras. 

Toda aquela vontade de ser mais positiva, mais otimista, mais confiante, mais grata foi pelo ralo e nos últimos dias tenho-me esgotado em angústias e lágrimas, em medos e frustrações. E tenho-me sentido tão revoltada, que a minha grande ambição é largar-me para uma ilha deserta para não ter de levar com certa gentinha de merda. 

Que este anúncio de bonança com que entro em março seja o meu ano novo, aquele que se inicia com promessas de sonhos a conquistar e esperanças renovadas. 

 

Pág. 2/2

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Blog Afiliado

Sugestões

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D