Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

26
Mai19

Pandora dixit

No supermercado, naquele que começa em L e termina em idl, andava eu  a secção de produtos de beleza e higiene.  Na lista de compras tinha gel de banho e gel de higine íntima (o da Cien é fantástico). Gel de banho check. O outro não estava a vê-lo. 

Gandhe: que procuras?

Pandora: Gel de higiene íntima. 

Gandhe: Qué isso?

Pandora: Gel para lavar o pipi.

Deixo à vossa imaginação a expressão de uma senhora que estava perto e ouviu a conversa. 

24
Mai19

Faz de conta que sou féxion (pelintra star)

IMG_20190523_220959_987.jpg

IMG_20190523_220959_988.jpg

Há dias A blogger de maior influência nacional escreveu sobre o amarelo ser a cor da moda.

Ora, aqui está Pandora na moda. Pena que me esteja a passar ao lado uma carreira de influencer e lança tendências, porque aquele top (Stradivarius) já tem (pelo menos, do que me lembro) três anos. Sem falar de um casaco de inverno amarelo mostarda (Stradivarius again) que comprei no outono/inverno de 2012/2013.

Pronto, a sandaloca é que é nova, e indecisa entre um rosinha nude e um amarelo mostarda, optei claramente pelas amarelas, até porque nos últimos três anos tenho comprado alguns tops e blusas amarelos. Ah e também tenho umas calças do ano passado. 

Ah e tal o amarelo está na moda... pfffff. E ando eu a usar amarelo há anos.

 

 

23
Mai19

Pensamento do dia

Soubessem o que têm sido as minhas últimas semanas, e perceberiam como esta citação assenta que nem uma luva ao meu estado de espírito.

Anda por aqui uma onda de revolta embrulhada em frustração.

Mas sou uma teimosa do caralho, e o que não me mata, torna-me mais persistente e aguerrida.

Foi assim que fui forjada: a ter que contar comigo e só comigo para sobreviver num mundo de egoístas, a ter de provar constantemente a quem só me punha para baixo, me empurrava e enterrava na lama, de que sou capaz, de que tenho o meu valor, de que também mereço respeito e amor.

Nestes dias sinto-me a ficar mais crua, mais fria. Talvez mais egoísta. Ou simplesmente a pôr-me a mim em primeiro lugar, porque mais ninguém o faz. A segurar o meu mundo, em vez de suportar o dos outros e deixar o meu cair. A dar-me importância e valor, porque não posso nem devo esperar que esse reconhecimento venha dos outros. Não vem. Vem de mim. Tem de vir de mim, de dentro de mim. Se isto é ser egoísta, pois que assim seja! 

 

21
Mai19

Game of Thrones

Não vi. Não me interessa (por ora) ver. Conheço os contornos gerais da história por ter várias pessoas à minha volta que são fãs e iam contando cenas (além do que ia encontrando nas redes sociais).

Mas agora que acabou e, segundo parece, o desagrado é geral,  podemos retomar a vidinha normal? Ou vão fazer petições para ressuscitar os dragões? (Ups, isto quase que parece piada futebolística). 

 

20
Mai19

Dramas de um ordinário* dia

Gaja lava blusa. Gaja estende blusa. Blusa seca. Gaja passa a ferro a blusa "só pra dar ali um jeitinho". Gaja veste blusa de manhã. Gaja sai de casa, entra no carro, põe o cinto, como manda a lei. Gaja, sete minutos depois, chega ao trabalho, estaciona, tira o cinto e sai do carro. Gaja olha para a blusa e... Que pariu estava menos engelhada quando saiu do estendal, antes de passar a ferro.

Moral da estória: se for andar de carro, não passe blusas a ferro.

 

*Ordinário = comum.

 

16
Mai19

Vou dar uma de indignada, posso?!

Screenshot_20190516-222459_Instagram.jpg

 

O que vêem nesta imagem da campanha publicitária partilhada na rede social Instagram da marca (limitei-me a fazer um screenshot)?

Duas modelos, dois biquínis. Dois corpos diferentes.

E tudo bem, estamos numa época em que nunca se falou tanto disto da diversidade de corpos, e abaixo os estereótipos de beleza, todos os corpos são bonitos, blá blá blá. Discurso muito life coaching para depois ser isto.

E o que é isto?

Então para mim isto é a puta da hipocrisia.

A modelo magra está toda airosa, com o corpo bem visível. A modelo plus size (que é a forma simpática de dizer que é a gorda) tem uma echarpe a envolver-lhe a zona do ventre, e como se não bastasse, as mãos estão estrategicamente colocadas à frente. Portanto, aquele pneu, que 95% das mulheres têm, não é visível na modelo plus size que fotografou com um biquíni da conhecida marca. 

Não alcanço a mensagem publicitária, a sério? Têm ou não têm biquínis para todos os corpos? Um corpo mais curvilíneo, com coxa grossa e barriginha, sem o six pack definido, tem de se esconder numa echarpe? 

Pois, realmente é por causa destas merdas que eu acabei por ceder à história do fato de banho. Porque sinto essa pressão de que é feio, inestético e "vergonhoso" exibir um pneuzinho a sair da tanga do biquíni na praia. Porque o ano passado dei por mim a ir para uma zona mais afastada da praia para não mostrar o corpo a muita gente. Porque na verdade já tive os meus momentos de nem querer sair de casa no verão, por não saber o que vestir, porque tudo me fazia sentir a gorda que a sociedade, por um lado defende, e por outro espeta a facadinha e olha com desdém.

Já agora, só falta pôr um sinal à entrada da praia: proibida a entrada a mulheres com mais de 50 kg. Ou: se tiver mais de 50 kg, enrole-se na toalha e não saia do meio das dunas.

 

 

13
Mai19

Ah e tal, com preto nunca me comprometo!

Entrei na Women Secret no dia do meu aniversário decidida, primeiro a aproveitar o vale de aniversário (que ainda acumulava com promoções em vigor na loja), e segundo a experimentar uns quantos fatos de banho pretos, que já tinha pré selecionado no site.

Dos fatos de banho pretos, só encontrei um dos que tinha selecionado, curiosamente era o meu preferido. Senti-me uma sortuda. Apostava tudo neste:

Peguei nele, confiante que me ia ficar bem. Afinal, com preto nunca me comprometo. O preto adelgaça a figura. O preto "emagrece".

Mas estes olhinhos aqui bateram de frente com uns quantos estampados e fiquei: ai jazus, será que me ficariam bem? Safoda, experimentar ainda é de graça e o NÃO fica bem está garantido.

Despe, veste o preto. Logo. Era o que estava decidida a levar. Era a minha aposta segura.

Só que não!

Não gostei, senti-me uma pequena bola de berlim de carvão, sem creme, coisa mais sem graça. Não, não e não. 

Já que estava despida, e estava, sem expetativa absolutamente nenhuma, experimentei os estampados.

UAU!!!!

Difícil, difícil foi escolher qual deles. E na loucura, vieram estes dois: 

E ainda ficou este debaixo de olho...

Na hora de sair do provador e deixar o que não queria, comentei com a colaboradora da loja que vinha decidida a levar um preto e saía com dois estampados. Ao que ela sorri e disse: pois, as pessoas acham que o preto emagrece ou disfarça a barriga, mas não, é exatamente o contrário. Os estampados disfarçam bem melhor. Fez boas escolhas.

E pronto, é este ano que eu, Pandorinha, vou desfilar no areal de fato de banho às flores tropicais. 

 

Para mais informações sobre os modelitos publicados, é clicar nas imagens. E não é preciso dizer que este post não é patrocinado, paguei o que trouxe, a única coisa que tive de oferta, para além dos descontos já em vigor para todaaaaaaa a gente, foi o vale de aniversário por ter cartão de cliente.

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D