Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

02
Dez16

Pandora, em modo duende natalício

Se fosse duende do Pai Natal eu seria despedida. Sou uma desgraça. Na quarta fui comprar caixas de correio verde. Grandes são, falta-lhes altura. (Só me apetece dizer asneiras).

Corri três lojas... nada de postais de natal. A sério, já não se vendem postais de natal, assim, em cartão, com envelope vermelhinho e tal? Não???? 

Finalmente fui à loja do demónio natalício e era ver-me a pegar em coisas, a ficar com os braços carregados de coisas, e volta atrás e compara, e tenta decidir, e não pode ser, levar aquilo tudo: eu era ursos, eu era bonecos de neve, eu era pais natal, eu era renas, eu era lanternas, eu era árvores de madeira com pinhas, ou para levar velas, eu era tipo polvo, a agarrar em tudo... Lá me decidi por quatro, sim, apenas quatro novos elementos decorativos: um pai natal, um boneco de neve, uma rena e um globo de vidro com figuras de madeira lá dentro, tudo da coleção Forest.

Cheguei a casa e... o globo caiu-me ao chão quando estava a levar as coisas para a sala. 

Respira Pandora. Assim podes sempre voltar à loja para trazer mais umas coisinhas. Sorrisinho malandro.

Lá fomos para o jantar de aniversário e o meu embrulho fez sucesso. A aniversariante ia tirando sacos, de uma loja, de outra loja, de outra marca, já não sabia quando acabava. Adorou o voucher da massagem, até porque mal acabe as mudanças de casa, é mesmo isso que ela precisa. 

Ontem lá arrastei o homem para vestir a casa de natal. Trazer árvore e caixa de decorações da garagem, montar arraial na sala, decorar a árvore, este ano com bolas douradas e vermelhas, distribuir outros elementos natalícios, e no fim, eu suspiro e digo, com olhinhos de bambi:

- Podia ir comprar mais umas coisinhas para a decoração...

- Para quê??? Isto já está tão cheio. - Gandhe a cortar-me as orelhas de duende natalício. - Além disso, se comprares mais coisas, tens de comprar uma caixa de arrumação maior, que essa já está atafulhada. - Gandhe a jogar baixo e a atingir-me em cheio na minha costela minimalista.

Logo vou fazer a minha última tentativa de encontrar postais de natal, se bem que já andei a cuscar e na net encontram-se sugestões bem interessantes. Ainda me faltam uns miminhos para amigos. A prenda do Gandhe não está totalmente decidida, mas será comprada online, de maneiras que, ho ho ho, começou oficialmente a época natalícia, eu olho para a minha agenda e rebolo com a quantidade de jantares que aí vêm (três dos quais são seguidinhos, assim, tau, sexta, sábado e domingo). Chego à noite da consoada e como só as couves.  

 

 

18
Nov16

Já que falei do Natal

Dia 1 de dezembro é o "meu" dia para vestir a casa de natal. Sigo muito a linha do menos é mais, até porque não sou grande fã desta época. Vestir a casa de natal ajuda a entrar no espírito, aproveitar a época para mimar as pessoas especiais que me acompanharam ao longo do ano ainda é o que mais me entusiasma. 

Este ano já vi alguns catálogos de natal. Bem, o catálogo da loja De Borla está uma tentação do demónio natalício, que apetece comprar decorações novas e esquecer as que estão encaixotadas na garagem. Mas não pode ser. Ou podia, mas o meu orçamento tem outras prioridades, e o espaço de arrumação não é assim tanto que me permita ter um verdadeiro arsenal natalício encaixotado durante 11 meses na garagem. Posto isto, calma Pandora.

Adoro a minha árvore. Tem 1,50m. Perfeita para mim, que assim não tenho de me encavalitar num banco para a decorar. É farfalhuda, é verde, mas as pontas dos ramos são brancas, a simular neve, e lá pelo meio tem pinhas "naturais". Só a árvore com umas bonitas luzes já faz um vistão. Portanto, e com uma árvore já com os seus detalhes, tenho apostado em decorações simples, minimalistas. Bolas vermelhas. Houve um ano que decidi comprar bolas prateadas. O ano passado misturei vermelhas e prateadas, quando por norma só ponho uma cor. No topo não ponho uma estrela mas um coração feito em tecido que uma amiga me ofereceu há uns anitos, e faço questão de todos os anos o pôr na minha árvore, e todos os anos me lembro de quem mo ofereceu. 

Como não encho a árvore de bolas, as bolas que sobram costumo pôr nos vidros que tenho, solução decorativa que adoro, porque facilmente se muda a decoração sem gastar muito. Umas fitas vermelhas no móvel ou no carrinho das bebidas, um arranjo de pinhas e azevinho, um boneco pai natal, e velas, velas, adoro velas. Pouco mais que isto. 

Os catálogos mostram-nos vários temas de decoração natalícia. Acho bonito um estilo moderno, em tons pretos e brancos, por exemplo, liláses e azuis também ficam engraçados e diferentes, mas sinceramente, não me diz nada sobre o natal. Por isso demoro mais tempo nas páginas do tema escandinavo, mais tradicional nos tons vermelhos, ou no tema natura ou forest, depende do catálogo, que basicamente é uma árvore com decorações em tons naturais, de madeira, com mochos e esquilos, com casinhas de pássaros, bolas de ráfia, pinhas, biscoitos de gengibre e duendes, evocando os bosques encantados. E é este estilo que mais me tem encantado, mas que implicaria um investimento grande na decoração da árvore, até porque estes pendentes são vendidos avulso, ao contrário das bolas que facilmente encontramos packs de 30, 50, 60 unidades a um preço simpático.

Então estou aqui a pensar misturar um pouco os dois estilos na decoração deste ano. Manter o tradicional vermelho, acrescentar uns elementos natura. E assim, o que me saltou logo à vista foi um comboio em madeira, que é porta velas, e que ficaria lindo na minha estante, uma árvore de madeira com pinhas, de 40 cm, que ia ficar linda no móvel da TV, e era segurar-me, porque o catálogo está irresistível...

forest1.JPG

forest2.JPG

 

 

 

 

 ... e apetece comprar T-U-D-O!!! 

 

18
Nov16

Deu-se o click

Esta semana a minha doce menina-princesa enviou-me uma mensagem pelo facebook onde me dizia já ter o meu miminho natalício, mas que só o podia enviar no início do mês.

E eu fiquei com aquele ar de "o quê? como? Natal? quando?" e caiu-me a ficha. 

Zero de espírito natalício, zero de prendas ou, no mínimo, lista de pessoas e ideias para ofertas.

Em minha defesa, a lista de pessoas a mimar é pequena. É a que me faz sentido, não por poupança no orçamento, mas porque são as pessoas especiais durante os restantes dias do ano, nos meus momentos de alegria e tristeza, as que, independentemente da distância geográfica, estão comigo e eu com elas, no matter what. Então, e apesar de não ter nada decidido em definitivo, já tenho algumas ideias para algumas dessas pessoas. E confesso, a mais fácil de escolher foi a da Isabel. Ainda não está comprada. Mas já está decidida há muito tempo. Basta saber o que ela gosta, o que ela valoriza, o que para ela é especial. E como ela me escreveu no meu aniversário, mais do que dar prendas, o importante é criar momentos especiais às pessoas que nos são especiais. E, sem dúvida, este está a ser o mote das minhas escolhas para os miminhos natalícios. Pensar em cada pessoa e encontrar aquilo que lhe pode proporcionar um momento especial neste Natal. 

Assim, já andei a ter algumas ideias, já encontrei excelentes sugestões. Só falta mesmo eu respirar fundo 47 vezes e enfrentar a multidão nas compras: entrar nas lojas que já selecionei, ver in loco o que idealizei, sem deixar de estar aberta a outras sugestões que se apresentem perante os meus olhinhos e me encham o coração a pensar naquela pessoa. 

Acho que vou tentar a minha sorte este fim de semana (começando já hoje à noite), crendo que ainda não há assim uma multidão tão enfurecida em busca das prendas de Natal.

Wish me luck! 

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Blog Afiliado

Sugestões

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D