Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

09
Fev15

Do fim de semana, da cor do cabelo, e do que me lembrar

Fim de semana, que voa acelarado, quase sem dar por ele. Deve ter asas nos pés. Ou bebeu red bull. 

A ideia era descansar. A semana que se acabava tinha sido cansativa, a que está para chegar adivinha-se ainda mais cansativa, então era imperativo descansar. E assim foi. Sofá, séries, alguma leitura, tarefas domésticas, pois tem de ser, domingo pus o nariz fora de casa, mas foi sol de pouca dura (valeu por ter descoberto o melhor chocolate quente com chantilly da cidade, quiçá do mundo... e eu temo experimentar fazer chocolate quente na Yämmi, sob risco de ser maravilhoso e eu não beber outra coisa). 

Pintei o cabelo enquanto dava o derby. Há muito que perdi a paciência para o futebol, e sendo sportinguista, "casada" com um benfiquista um tanto ou quanto aguerrido, eu cá quero é sossego e não trocas de bitaites futebolísticos. Fui pintar o cabelo, experimentar uma nova coloração.

Ando há uns dois anos, ou três, na coloração natural, Herbatint, sem amoníacos, parabenos. Sou fã. Dou-me muito bem com a coloração, aguenta praticamente dois meses sem problemas, não fossem notar-se os brancos ao fim desse tempo e intervalava ainda mais as colorações. Noto o cabelo hidratado, sem grandes sequelas, típicas das colorações. Mas, eis que sou moçoila para de vez em quando sair da zona de conforto e experimentar novos produtos. Uma amiga falou-me maravilhas da coloração em espuma da Bellady, e aí vai disto. Aproveitei uma promoção no continente, juntei um cupão e ficou-me por cerca de 4€. Satisfeita com a pechincha, ontem foi dia de pôr mãos à obra.

Tenho a dizer que em termos de aplicação é assim qualquer coisa. Adorei a simplicidade, rapidez, e a pouca sujidade que este tipo de coloração em espuma possibilita. O contra: tem amoníaco e eu cá sou um bocadinho esquisita com essa cena do amoníaco. O outro contra: tenho o pescoço cor de laranja, o couro cabeludo cor de laranja, e consegui, a custo (quase a arrancar a pele), disfarçar testa e orelhas. Com a herbatint basta passar um algodão com tónico ou humedecido com água morna e sabonete e sai tudo sem complicações. Com esta, receei, em certo momento, ficar igual ao Alf

Mas pronto, hoje já vi a cor e gosto muito, o cabelo tem bom aspeto, só me falta mesmo deixar de ter o pescoço atrás e o couro cabeludo cor de fogo! Ou de quem foi ao solário, pôs autobronzeador e ficou às manchas. Um mal menor a ser resolvido. 

Agora é esperar pelo tempo para ver como fica o cabelo, como aguenta a coloração com as lavagens, e quiçá volto a usar a mesma marca, mesmo tendo amoníaco. 

E já agora, meninas que por aqui passam e se metem nestas aventuras das colorações em casa, partilhem aqui comigo, que marcas já experimentaram, o que recomendam, o que mais gostaram (e menos), são fiéis a alguma e não trocam por nada, vão alternando conforme apetece. 

 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D