Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

27
Jul16

Drama das férias II

O coração pequenino por deixar em casa os meus meninos. 

A viagem é longa e com calor. Antes do destino final, ainda vamos parar dois dias, pelo caminho, para visitar uns amigos. Fazer a viagem com eles a reboque não é tarefa fácil e sei que os ia stressar imenso. 

Em anos anteriores recorri ao hotel animal. Foram muito bem tratados. Mas, tirá-los do seu ambiente é, por si só, um enorme stress. O ano passado acedi a que a sogra viesse tratar deles. Escusado será dizer que não gostei. Eles estavam em stress, havia coisas partidas e outras coisas inexplicáveis. E ainda por cima a minha vizinha comentou que nunca viu a senhora. Cedi aos argumentos do Gandhe e não gostei muito, para além de ficar a "dever favores" a persona non grata.

Em maio, nas mini férias, recorri aos serviços de uma enfermeira veterinária, ligada a associações, com amigos em comum. Boas referências, de confiança. Adorei. Agora é ela que vai ficar novamente encarregue de tratar deles, e sei que estarão em ótimas mãos. Ficam no espaço deles, na casa que conhecem, com as suas coisas, o cheiro dos donos, são vistos duas vezes ao dia, alimentação e cuidados higiénicos garantidos, a atenção necessária e os mimos que eles permitirem fazer. Mas, sei que vou andar de coração apertadinho com saudades, ansiosa pelas notícias das visitas dela, sempre a pensar se estará tudo bem. 

Ainda nem fui e já ando a suspirar pelos dias que vou estar longe deles! 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pandora

    27.07.16

    Oh, porque estamos longe deles, porque estamos sempre com aquela preocupação se estão bem, se acontece alguma coisa. E sem sombra de dúvidas que ninguém os trata como nós, né?! "Mães galinha" é o que dá. Image
  • É isso mesmo!
    Mas o melhor mesmo é não os tirar do meio ambiente deles! 
    Vamos ver como corre. Boas férias.
  • Imagem de perfil

    Pandora

    27.07.16

    Pois, os gatos são muito territoriais. Tirá-los do seu ambiente é muito complicado para eles, ficam logo em stress. Quando os meus ficaram no hotel animal, os primeiros dias não comiam, quando os ia buscar estavam amuados comigo. 
    Penso que encontrei a melhor solução para eles, e para mim, claro. 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

    Pela estória de:

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D