Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estórias na Caixa de Pandora

Estórias na Caixa de Pandora

18
Mar14

Digam-me, porque eu não faço a mínima ideia

O que dizer a uma amiga que passou o dia no IPO a acompanhar a mãe que foi fazer a sua primeira sessão de quimio, depois da operação para remover o estômago por causa do cancro, e que recebeu a notícia que o pai, internado nos Cuidados Intensivos desde a última sexta-feira, faleceu?!

Digam-me, porque eu não sei como uma só pessoa aguenta tudo isto no mesmo dia.

 

 

14
Mar14

Não entendo esta gente

Colega de trabalho, para além de passar o tempo a falar do que faz ou deixa de fazer com o seu namorado, ainda mais agora que moram juntos há uma semana, a rotina é mais ou menos esta:

  • chega tarde e más horas;
  • passa mais tempo a passarinhar sabe-se lá por onde do que sentada na secretária a trabalhar;
  • o pouco que está sentada na secretária, é o telemóvel na mão no facebook ou a trocar mensagens com o namorado (que por acaso trabalha na mesma empresa);
  • ou a falar ao telefone, conversas privadas;

Os restantes colegas da equipa só mandam bocas, não é para menos. E ela ainda se faz de vítima, como se tivesse toda a razão. Depois manda-me testamentos por mail com lamúrias e desabafos... 

 

A sério, noutra vida devo ter sido padre, ou a minha verdadeira vocação é aturar gente doida. À laia do Relvas, já tenho equivalência a pós doutoramento em psiquiatria.

 

 

 

10
Mar14

Não entendo esta gente

Parece que apanhei o gosto à pseudo rubrica aqui da caixa.

 

Ora, das coisas que não entendo em certas pessoas a imitação de outros (seja na roupa, na forma de estar, de falar ou escrever - blogosfera é um palco de imitações em muitos aspetos). Deixa-me sempre a sensação que quem imita outro é desprovido de personalidade própria, de gosto próprio, de si próprio. Ou procura a todo o custo ter a visibilidade que o outro tem e acha que o caminho é a imitação (raramente boa) do seu modelo.

 

 

O problema deve ser porque é uma enorme responsabilidade assumir quem somos, o que pensamos e o que gostamos. Não sei. Não entendo.

 

07
Mar14

Não entendo esta gente*

Pessoas que vivem rodeadas de bolachas, biscoitos, rebuçados, gomas, chocolates e bombons, snacks vários (enfim, a panóplia é tal que quando passo pela secretária tenho a impressão que estou a passar em frente a uma montra de pastelaria), e depois vão ao bar tomar café... com ADOÇANTE!!

 

 

 

*Isto até parece nome de rubrica (quem sabe).

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pela estória de:

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D